Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 19/09/2012
  • 09:29
  • Atualização: 09:42

Porto Lucena é castigada por chuva de granizo

Municípios do Noroeste do Estado foram os mais afetados pelos temporais

  • Comentários
  • Correio do Povo

Além da chuvas e ventos dos últimos dias, uma queda de granizo causou grandes prejuízos nas cidades do Noroeste gaúcho na noite dessa terça-feira. Em Porto Lucena, que possui menos de 6 mil habitantes, cerca de 2,5 mil casas tiveram os telhados danificados, incluindo a sede da prefeitura.

"A quase totalidade das moradias foi afetada", afirma o coordenador da 7ª Regional Estadual de Defesa Civil (Redec), tenente Ederval Martinelli. Ele conta que a chuva de granizo durou apenas três minutos, mas causou estragos de proporções elevadas em razão do tamanho das pedras. "Algumas tinham até meio quilo, com certeza", fala.

Os moradores atingidos foram encaminhados para casas de parentes ou abrigos públicos. A cidade ainda está sem energia e água e com problemas no serviço de telefonia. Diversas árvores caíram nas ruas e sobre a rede de elétrica. Carros também foram danificados pelo granizo.

Em Santo Cristo, chega a mil o número de residências afetadas pelo temporal. O secretário de administração, Milton Kist, conta que os estragos ainda estão sendo apurados, mas que 55 rolos de lona já foram distribuídos às famílias atingidas. Segundo ele, não foi necessário o uso de prédios municipais, já que os moradores foram deslocados para a casa de parentes e amigos.

Pelo menos 200 casas foram atingidas pelo vento e granizo em Santa Rosa. A Defesa Civil já distribuiu 12 mil metros de lona aos moradores. Outras cidades da região foram afetadas pelo granizo, como Porto Xavier, Porto Vera Cruz, Alecrim, Cândido Godói e Inhacorá. Os municípios sofreram alagamentos, quedas de árvores, destruição das plantações de trigo e milho, entre outros.

Com informações do repórter Felipe Dorneles

Bookmark and Share