Porto Alegre, segunda-feira, 24 de Novembro de 2014

  • 26/09/2012
  • 18:13
  • Atualização: 18:58

Bancos privados encerram greve em Porto Alegre e na região Metropolitana

Paralisação ainda prossegue na Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banrisul

  • Comentários
  • Camila Kila / Rádio Guaíba

Bancários de instituições privadas de Porto Alegre e da região Metropolitana decidiram por fim à greve iniciada há oito dias em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira. O retorno ao trabalho ocorre já nesta quinta-feira. Os funcionários da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e do Banrisul permanecem paralisados e realizam novas assembleias nesta quinta para discutir os rumos do movimento.

Em reunião na terça-feira, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) ofereceu proposta de reajuste de 7,5%, com aumento real de 2,02%, além de 8,5% de aumento do piso salarial e dos auxílios-refeição e alimentação. A proposta garante ganho real de 2,95% e 10% no valor fixo da regra básica e no limite da parcela adicional da Participação nos Lucros e Resultados (PLR).

A Caixa Econômica Federal ofereceu benefícios como contratação de mais 7 mil trabalhadores até 2013, melhoria nas condições de trabalho dos tesoureiros e ampliação da concessão de bolsas de estudos. O Banco do Brasil pela primeira vez aceitou colocar no acordo coletivo data para implantar quadro de funções comissionadas com jornada de seis horas, além de aderir à cláusula de combate ao assédio moral da Convenção Coletiva assinada com a Fenaban e estabelecer como novo piso após estágio probatório (90 dias) o valor de R$ 1.948. Já a direção do Banrisul propôs prorrogar para abril de 2013 a conclusão dos trabalhos da comissão paritária do plano de carreira, o que não agradou aos trabalhadores.

Bookmark and Share