Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 11/10/2013
  • 08:06
  • Atualização: 10:10

Protesto bloqueia BR 101, em Mostardas

Manifestantes reclamam das más condições da estrada

Protesto bloqueia RSC 101, em Mostardas | Foto: Isaudo Rosa / PRF RS / Divulgação / CP

Protesto bloqueia RSC 101, em Mostardas | Foto: Isaudo Rosa / PRF RS / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Por volta das 7h desta sexta-feira, manifestantes bloquearam a BR 101 em Mostardas, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul, para protestar contra as más condições de trafegabilidade da estrada em função de buracos. O trecho interrompido fica na altura do Km 188.

Com isso, só é permitida a passagem de ônibus e ambulâncias. A previsão, conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que acompanha o manifesto, é de que a rodovia fique interrompida até às 15h.  

De acordo com o vice-presidente da comissão de moradores, Nestor Krupp, havia uma reunião marcada para quarta-feira com represetantes do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), mas a audiência foi cancelada sob a alegação de que obras de "tapa-buraco" seriam retomadas nessa semana. "Mas nosso objetivo é a recuperação da estrada. Existe um empasse entre governo federal e estadual e nós queremos uma solução para quem cobrar ", argumentou.

O impasse ocorre porque o governo gaúcho recebeu, no ano passado, aval do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para a devolução à União de 393,5 quilômetros em trechos concedidos das BRs 101 e 470. O trecho é um intervalo de 35 quilômetros da 101, em São José do Norte, conhecido como Estrada do Inferno, em função da precariedade da via.

Na RSC 101, foram devolvidas uma faixa de 40 quilômetros entre a entrada da BR 290, em Osório, e o acesso à ERS 040, em Capivari do Sul, além de 28 quilômetros entre Tavares e Mostardas. Já que foi devolvida à União, a RSC 101 agora é denominada BR 101.

Bookmark and Share


TAGS » Estradas, Geral