Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/12/2013 09:12 - Atualizado em 09/12/2013 09:29

Quadrilha faturava R$ 1,5 milhão por mês com tráfico e roubo de carros

Polícia Civil prendeu 30 pessoas na região Metropolitana

A Polícia Civil prendeu 30 pessoas na operação Esparta, deflagrada nesta segunda-feira na região Metropolitana. Os presos são suspeitos de integrarem uma quadrilha de furto e roubo de veículos e tráfico de drogas, que agia no Vale dos Sinos. Segundo a polícia, o grupo movimentava mais de R$ 1,5 milhão por mês.

Segundo o titular da 3ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, delegado Adriano Nonnenmacher, a quadrilha usava carros e drogas como moeda de troca em atividades ilícitas e formou um verdadeiro império a serviço do crime. Os carros eram furtados e roubados no Vale dos Sinos e trocados por drogas ou usados em lavagem de dinheiro pela célula que agia no tráfico. Alguns veículos eram levados para outros estados, como Santa Catarina, além do Paraguai.

A quadrilha – dividida em duas células – atuava no furto de veículos, roubo e receptação em Dois Irmãos, Ivoti, Novo Hamburgo, Parobé, Portão, Sapiranga e São Leopoldo, no Vale do Sinos, e também em municípios do Vale do Taquari. Parte do grupo agia no tráfico de drogas na Vila Bráz, Scharlau, zona norte de São Leopoldo.

Conforme o delegado, três indiciados também receptavam veículos roubados, clonavam e enviavam para Santa Catarina e Paraguai, além de aplicarem fraudes a seguradoras. Um deles, com vários antecedentes criminais em outros Estados do Brasil, é um libanês, naturalizado paraguaio.  

Segundo o delegado, foram cumpridos 43 mandados de busca e 39 de prisão preventiva e temporária em Canoas, Novo Hamburgo, Portão, Sapucaia do Sul e São Leopoldo. Foram apreendidos uma pistola calibre 9mm israelense, uma espingarda calibre .16, munições, um quilo de crack, porções de maconha e cocaína, oito veículos e mais de R$ 5 mil. Além das prisões, foi solicitada e decretada a perda de bens, bloqueio de contas bancárias e apreensão de veículos.

Participaram da ação 250 policiais civis, utilizando 60 viaturas. Os presos foram encaminhados à 3ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, em São Leopoldo.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.