Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
24ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

13/12/2013 13:26 - Atualizado em 13/12/2013 13:31

Pedro Henry se entrega à PF e renuncia ao cargo de deputado

Parlamentar teve a prisão decretada pelo STF no caso do mensalão

Parlamentar teve a prisão decretada pelo STF no caso do mensalão<br /><b>Crédito: </b> Antonio Cruz / ABr / CP memória
Parlamentar teve a prisão decretada pelo STF no caso do mensalão
Crédito: Antonio Cruz / ABr / CP memória
Parlamentar teve a prisão decretada pelo STF no caso do mensalão
Crédito: Antonio Cruz / ABr / CP memória

Pouco depois que a Polícia Federal (PF) confirmou ter recebido a ordem de prisão de Pedro Henry (PP-MT), foi apresentada a carta de renúncia do deputado à mesa diretora da Câmara dos Deputados. No texto dirigido a Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Casa, o parlamentar argumenta sua inocência e diz não querer expor a instituição mais do que já está exposta com o caso do mensalão. O deputado se entregou no começo desta tarde à PF. 

Henry foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a sete anos e dois meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. "Apesar de abreviar em um ano este mandato, meu sentimento é de dever cumprido para com os Mato-grossenses", afirmou no texto.

Na carta, o parlamentar argumentou que foi condenado apesar da ausência de provas, além de dizer que tentou provar inocência, mas teve negado o direito de duplo grau de jurisdição para garantir a defesa.

Bookmark and Share

Fonte: AE







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.