Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

22/12/2013 09:27 - Atualizado em 22/12/2013 15:21

Tráfego de veículos é liberado na Rodovia do Parque

BR 448 servirá como alternativa para desafogar a BR 116, entre Porto Alegre e o Vale do Sinos

BR 448 servirá como alternativa para desafogar a BR 116<br /><b>Crédito: </b> Tarsila Pereira
BR 448 servirá como alternativa para desafogar a BR 116
Crédito: Tarsila Pereira
BR 448 servirá como alternativa para desafogar a BR 116
Crédito: Tarsila Pereira

O trânsito na Rodovia do Parque foi liberado na manhã deste domingo. Dezenas de carros estavam concentrados nas vias de acesso da BR 448 esperando a abertura, que ocorreu po volta das 9h. A obra viária foi inaugurada pela presidente Dilma Rousseff na  última sexta-feira, em Canoas, na região Metropolitana de Porto Alegre. A estrada vai servir como principal alternativa para desafogar a BR 116, no trecho entre Porto Alegre e o Vale do Sinos.

Num primeiro momento, foi liberada a passagem dos veículos provenientes de Sapucaia do Sul rumo à Capital, com acesso na freeway. Logo depois, também foi permitido o fluxo de saída da freeway. Nos primeiros minutos, um radar móvel passou a operar na fiscalização do trecho. Toda sinalizada e com acostamento, resta ainda para a nova rodovia ficar completamente pronta detalhes nos acessos em Canoas e Esteio. 

Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apenas o acesso a Porto Alegre, no bairro Humaitá, próximo à Arena do Grêmio, segue interrompido. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) alega que não há condições de infraestrutura e segurança na conexão com o município e exige uma adequação da via no trecho.

O superintendente da PRF, inspetor Jerry Adriane Dias, solicita que os motoristas redobrem seus cuidados na passagem pela rodovia por se tratar de um percurso novo e ainda desconhecido. “Como é uma BR nova, não sabemos ainda se ela guarda alguma surpresa. Só depois do início da operação é que poderemos ter noção se existem problemas. Mas já vimos que é uma rodovia de primeira linha. É importante que os seus limites de velocidade sejam respeitados”. Nos próximos dias de operação, a PRF vai manter reforço no efetivo para fiscalizar o trecho.

Fila de espera

Na fila de espera para inaugurar a passagem de carros sobre a BR 448 esteve uma família de Parobé. Ao chegar em Sapucaia do Sul, o grupo resolveu fazer o caminho novo e evitar a já conhecida BR 116. “A gente vai aproveitar o domingo para comprar os presentes de Natal em Porto Alegre e decidimos esperar a abertura da estrada para conhecer”, conta Ilete Maria Ratzlaff, 48 anos, acompanhada pelo marido, filho e nora.

À espreita do movimento, às margens do caminho, também estava o servidor público de Canoas, Eduardo Dias da Silva, de 67 anos, que chegou de bicicleta no trecho. “Vim dar uma olhada. Se é para melhorar Canoas e evitar acidente na 116 eu apoio muito esta obra aqui. Já pensou como ficaria a BR 116 em cinco anos?”, questiona.
Nos primeiros quilômetros da BR, entre Sapucaia do Sul e o viaduto sobre a BR 386, em Canoas, as pistas da BR 448 são duplas em ambos os sentidos.

A rodovia

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) estima que a nova pista absorverá entre 30% e 40% do tráfego que atualmente circula pela BR 116. No total, são 22,3 quilômetros de pista dupla, com três faixas cada, com capacidade de receber cerca de 37,5 mil veículos por dia. Orçada em R$ 824 milhões, em 2008, a construção da rodovia teve custo efetivo de R$ 1 bilhão. De acordo com o governo federal, 149 propriedades foram indenizadas e 599 famílias tiveram de ser reassentadas.

A obra, uma das mais aguardadas por quem mora ou viaja à região Metropolitana, começou em setembro de 2009. À época, a previsão de conclusão era abril de 2012, prazo estipulado que não foi cumprido e que acabou sendo adiado para dezembro do mesmo ano.

Veja mais fotos:





Foto: Tarsila Pereira

*Com informações do repórter Jerônimo Pires


Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.