Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
25ºC
Amanhã
19º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/12/2013 11:41 - Atualizado em 28/12/2013 11:48

Falta de água persiste em parte da Região Metropolitana

Problema é registrado em alguns bairros de Porto Alegre e em Alvorada, Viamão e Gravataí

Por conta do alto consumo e dos cortes de luz que interrompem o bombeamentode água, pelo menos quatro cidades seguem com problemas no abastecimento na manhã deste sábado. O problema é registrado em alguns bairros de Porto Alegre e em Alvorada, Viamão e Gravataí.

Sem fornecimento desde sexta, em Viamão, a população também segue sem água na maioria dos bairros da cidade. Conforme a Corsan, o abastecimento deve se normalizar ao longo do dia. Moradora do bairro Gaúcha, a corretora de seguros Sílvia Prates reclama que já está há 24h sem o fornecimento. “Há 20 dias ou mais estamos tendo interrupções. No Natal já foi assim, mas agora está demais. Estamos sem água desde as 11h da manhã de ontem”, relatou.

Conforme a assessoria de imprensa da prefeitura de Viamão, dois caminhões-pipa para atender as regiões da Capororoca, Espigão e Jardim Krae.

Em Alvorada, o serviço está comprometido em vários bairros da cidade devido à falta de energia elétrica em uma casa de bombas. A normalização deve ocorrer durante a noite.

A população de Gravataí reclama que cortes de água persistem em parte da cidade, apesar de a companhia informar que há abastecimento. Trabalhador no setor de entrega de gás no bairro Morada do Vale, Anderson Mota fala que teve água na torneira por apenas 30 minutos nesta manhã. “Às 7h30min tinha água. Mas logo depois já tive que usar água mineral para dar banho na minha filha”, lamentou. Na sexta, a Prefeitura de Gravataí chegou a decretar estado de emergência em função do problema que persiste em razão do alto consumo e baixa no nível dos reservatórios.

Porto Alegre

Em Porto Alegre, o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) ressaltou que o fornecimento foi retomado na madrugada deste sábado em praticamente todos os pontos onde houve desabastecimento. Houve problemas no nível dos reservatórios e falta de energia elétrica, o que agravou a situação.

Em Belém Novo, ocorreu corte de luz ainda na quinta-feira. Várias estações de bombeamento foram desligadas. Parte dos bairros Lomba do Pinheiro, Pitinga e Serraria ainda estão sem água. A previsão é de que o abastecimento seja normalizado até o fim do dia.

Conforme o diretor-presidente do Dmae, Flávio Presser, o alto consumo vai ser investigado. “A média chega a 350 litros por segundo em algumas localidades da zona Sul quando o consumo suficiente é de 110 litros. Há muito desperdício e vamos investigar”.

No bairro Coronel Aparício Borges, os moradores da rua Menina Alvira também seguem enfrentando o problema. O diretor-presidente suspeita que haja um problema técnico de pressão e fuga d'água na rede. Há técnicos trabalhando no local, mas não há previsão de normalização do fornecimento.

Bookmark and Share

Fonte: Samantha Klein / Rádio Guaíba







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.