Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 06/01/2014
  • 22:59
  • Atualização: 23:05

Moradores tentam salvar bens e animais em cenário de terror na Vila Nazaré

Incêndio consumiu quatro galpões onde trabalhavam diversas famílias na zona Norte da Capital

Moradores tentam salvar bens e animais em cenário de terror na Vila Nazaré | Foto: Ricardo Giusti

Moradores tentam salvar bens e animais em cenário de terror na Vila Nazaré | Foto: Ricardo Giusti

  • Comentários
  • Luiz Sérgio Dibe/Correio do Povo

A confusão total em meio às chamas na Vila Nazaré gerou um cenário de terror na zona Norte de Porto Alegre. No ambiente hostil que levou à intoxicação até mesmo dos bombeiros, alguns moradores enfrentaram a fumaça densa e escura para salvar os bichos que estavam encurralados em criadouros e pátios próximos de onde o fogo se alastrava nesta segunda-feira.

O reciclador Ivan Rogério da Silva, 47 anos, contou que não conseguiu resistir ao desespero dos animais e voltou para soltar aves e porcos que estavam confinados perto dos galpões atingidos. Ainda assim, muitos sofreram queimaduras graves e alguns morreram.

Os danos às famílias também foi difícil de quantificar e, quanto mais, reparar. Quem perdeu o sustento, estava inconsolável. Cleuza dos Santos Carneiro, 43 anos, relatou que a família toda dependia da separação de garrafas PET, latinhas de alumínio, papelão e outros objetos descartados. “Meu marido e eu, meu filho e minha nora, meus netos. Perdemos o pouco que a gente tinha para se manter. E agora?”, questionava.

Ao menos quatro galpões ficaram completamente destruidos pelo incêndio que se alastrou rapidamente. A primeira viatura a chegar para o combate às chamas sofreu uma pane por conta do calor e acabou parcialmente incendiada. A parte dianteira esquerda foi danificada e o motorista, na tentativa de tirar o veículo da área sob fogo, acabou passando mal.


Bookmark and Share