Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 07/01/2014
  • 16:26
  • Atualização: 16:37

Barbosa antecipa férias após determinar prisão de João Paulo Cunha

Presidência da Corte será exercida interinamente pela ministra Cármen Lúcia

Presidência da Corte será exercida interinamente pela ministra Cármen Lúcia | Foto: Valter Campanato / ABr / CP

Presidência da Corte será exercida interinamente pela ministra Cármen Lúcia | Foto: Valter Campanato / ABr / CP

  • Comentários
  • Agência Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, entrou em férias nesta terça-feira após determinar a prisão do deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP). Inicialmente, estava previsto que Barbosa entrasse em férias na sexta-feira, mas a data foi antecipada.

Como o Supremo está em recesso até o início de fevereiro, a presidência da Corte será exercida interinamente pela ministra Cármen Lúcia até o dia 19 de janeiro. Após a data, Ricardo Lewandowski, vice-presidente do STF, assumirá o plantão do STF.

Segundo a assessoria de João Paulo Cunha, ele está em Brasília aguardando ser notificado da prisão. Na segunda, Barbosa negou os recursos apresentados pela defesa de Cunha e encerrou o processo do mensalão para João Paulo. Ele vai cumprir pena de seis anos e quatro meses de prisão no regime semiaberto, pelos crimes de corrupção e peculato.

Bookmark and Share