Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 10/01/2014
  • 10:03
  • Atualização: 11:54

Liberados mais dois detidos durante operação Kilowatt

Quatro pessoas seguem presas e devem ser ouvidas nesta sexta

  • Comentários
  • Jerônimo Pires / Rádio Guaíba

Dos nove detidos na Operação Kilowatt, da Polícia Civil (PC), apenas quatro seguem presos. Mais dois foram liberados na madrugada desta sexta-feira após serem ouvidos pela PC. Conforme o diretor do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), delegado Guilherme Wondraceck, os que seguem encarceirados são três servidores públicos e um empresário. Dos cinco liberados, um pagou fiança e os outros quatro foram dispensados pela polícia.

Segundo Wondraceck, os quatro detidos devem ser ouvidos nesta sexta. Os liberados podem ser inquiridos novamente para serem ouvidos. A operação tinha o objetivo de combater crimes licitatórios e contra a administração pública no Estado. Empresas de engenharia são suspeitas de terem recebido recursos e não efetuado as obras, realizado de forma parcial ou utilizado materiais de qualidade inferior.

Os quatro servidores públicos já foram afastados das funções, confirmou no fim da tarde dessa quinta-feira, a Casa Civil do governo gaúcho.

Escola que teve apenas parte do telhado reformado sofre com chuva

A Escola de Ensino Fundamental Professor Oscar Pereira, localizada no bairro Cascata, que teve apenas parte do telhado reformado e servirá de prova para a operação Kilowatt, sofreu com a chuva na manhã desta sexta-feira na Capital. De acordo com a diretora Ana Regina Jardim, o local novamente teve alagamentos por conta das goteiras e problemas nas calhas.

“Nós já tivemos isso em dezembro, que foi o momento da nossa denuncia. As goteiras seguiam, os problemas nas calhas permaneceram, embora a empresa tenha vindo várias fazer realizar o conserto, que não ocorreu de fato. Chove dentro da escola como em dezembro, quando estávamos em dias de aulas normais”, declarou à Rádio Guaíba.



Bookmark and Share