Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 28/01/2014
  • 14:40
  • Atualização: 15:06

TRT determina que rodoviários voltem a circular com 70% da frota

Sindicato afirma que vai aguardar reunião para definir se acata retomada de circulação dos ônibus

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Tribunal Regional do Trabalho determinou, na tarde desta terça-feira, que os rodoviários coloquem 70% da frota nas ruas a partir das 17h de hoje nos horários de pico. Apenas 30% dos ônibus da Capital vinham sendo usados por conta da greve da categoria. Em pedido liminar, o município havia reivindicado declaração de abusividade da greve, com o retorno imediato dos trabalhadores às suas funções para garantir garantir a circulação de 100% da frota, sob pena de multa diária em caso de descumprimento.

Foi aceito o segundo pedido da prefeitura, para que o Tribunal determinasse aos rodoviários a manutenção de 70% da frota nos horários de pico (das 5h30 às 9h e das 16h30 às 20h), e de 50% nos demais horários, também com previsão de multa. No caso de descumprimento, o Sindicato dos Rodoviários terá de pagar R$ 50 mil por dia.

O presidente do sindicato, Julio Gamaliel, afirmou que os rodoviários ainda não definiram se vão acatar a decisão jurídica. "Determinar é uma coisa, vamos ver o que a categoria quer fazer", salientou. A retomada, se ocorrer, será apenas depois de reunião marcada para as 17h no TRT. Estarão presentes representantes dos rodoviários, sindicato patronal, além de prefeitura e EPTC.

O prefeito, José Fortunati, levantou a hipótese de que a greve tenha sido combinada entre rodoviários e empresas para buscar o reajuste na tarifa de ônibus na Capital, que atualmente é de R$ 2,80. “Tenho na minha bagagem inúmeras greves e não vi nenhuma tão estranha quanto essa. Hoje, na frente das garagens, só há piquetes na Carris, não tem ninguém nas outras empresas. Os trabalhadores normalmente vão para frente das garagens e o que estamos vendo é uma lua de mel. Isso é muito estranho”, completou.


Bookmark and Share


TAGS » Greve, Geral, Ônibus