Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 31/01/2014
  • 21:15
  • Atualização: 21:27

Temporal deixa 27 casas destelhadas em Novo Hamburgo

Revenda de carros sofreu fortes danos e telhado de estacionamento desabou em hipermercado

Moradores que tiveram casas destelhadas recebem apoio da prefeitura | Foto: Stephany Sander / Especial CP

Moradores que tiveram casas destelhadas recebem apoio da prefeitura | Foto: Stephany Sander / Especial CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O temporal que atingiu o Vale do Sinos provocou grandes danos em Novo Hamburgo. De acordo com a Defesa Civil estadual, ao menos 27 residências foram destelhadas e os moradores recebem auxílio da prefeitura. Uma revenda de veículos ficou gravemente danificada, assim como o hipermercado Atacadão.

Os dois empreendimentos ficam localizados nas proximidades da BR 116. Localizado no bairro Ideal, o Atacadão teve estrutura metálica desabando sobre cerca de 30 carro. No local, ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)  atenderam seis pessoas com lesões leves.

A chuva foi precedida por um forte vendaval, que complicou o trânsito da cidade, em especial na região central, como nas avenidas 1º de Março e Nações Unidas, onde caíram árvores e postes. Estância Velha e Sapiranga também registram avarias e o vendaval ainda causou transtornos em Portão e Dois Irmãos.

De acordo com levantamento preliminar da MetSul Meteorologia, os ventos na região podem ter chegado a 150 km/h.  Na BR 116, um eucalipto caiu na proximidade do viaduto Ayrton Senna, sentido Interior-Capital, provocando bloqueio parcial da rodovia. O Corpo de Bombeiros foi acionado para cortar a árvore e liberar o fluxo de veículos.

Queda de eletricidade

Conforme a concessionária AES Sul, os temporais causaram falta de luz para 90 mil residências em Novo Hamburgo, São Leopoldo, Montenegro e cidades próximas. Segundo a empresa, parte da rede elétrica do Vale dos Sinos precisará ser reconstruída.

Bookmark and Share