Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

01/02/2014 15:50 - Atualizado em 01/02/2014 16:22

Sindicato espera que 80% das vans escolares circulem na segunda-feira

Mesmo com Passe Livre, rodoviários não devem liberar ônibus no feriado de Navegantes

Sindicato espera que 80% das vans escolares circulem na segunda-feira<br /><b>Crédito: </b> Valmoci Vasconcelos/CP Memória
Sindicato espera que 80% das vans escolares circulem na segunda-feira
Crédito: Valmoci Vasconcelos/CP Memória
Sindicato espera que 80% das vans escolares circulem na segunda-feira
Crédito: Valmoci Vasconcelos/CP Memória

As vans do transporte escolar, autorizadas pela prefeitura de Porto Alegre, devem começar a cicular na próxima segunda-feira com placas indicando o itinerário. O objetivo é dar uma alternativa à população afetada pelo greve dos rodoviários, que entrou em seu sexto dia neste sábado. O diretor jurídico do Sindicato dos Proprietários de Veículos Escolares, Jaires Maciel, acredita que no início da semana, 80% da frota de 617 veículos já vai estar circulando.

"Estamos organizando a logística para começar o atendimento já na segunda-feira", destacou Maciel. Ele lembra que talvez não consiga colocar toda a frota na rua por conta das férias, já que muitos motoristas não estão na cidade. O sindicato está fazendo uma chamada emergencial. Um reunião foi convocada na sede da entidade.

O dirigente sindical acredita que parte dos veículos já poderão circular neste domingo. Os motoristas que quiserem aderir ao plano emergencial da prefeitura devem procurar o sindicato, que está organizando as rotas. Jaires Maciel orienta que, em caso de retaliação por parte dos grevistas, como apedrejamentos, os motoristas devem recolher os veículos. A tarifa cobrada será de R$ 4,20, o mesmo valor de uma passagem de lotação, atendendo principalmente os bairros com maior prejuízo com a paralisação.

Para o feriado de Navegantes, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Julio Gamaliel, foi taxativo. "É lamentável o que aconteceu bem nesta época do feriado. Sabemos que a população será prejudicada por isso. Mas temos um objetivo e só vamos sair (da garagem) com uma proposta descente para a gente voltar", salientou. A categoria avalia que o Passe Livre deste domingo já estava previsto em acordo da prefeitura com as empresas e, portanto, não serviria como instrumento de pressão operar apenas neste período.

Gamaliel salientou que, durante a semana, caso exista um acordo entre prefeitura e empresas do ramo, os rodoviários colocariam parte da frota em operação, mas com a catraca liberada. O prefeito respondeu à proposta comentando que o município não tem condições de pagar o custo de operação diária nestes moldes. O diretor da EPTC, Vanderlei Capellari, criticou a situação: "Se a prefeitura pagar o custo diário de R$ 2 milhões durante a semana,  não há problema de circular. Amanhã que é feriado, um dia importante para a população de Porto Alegre isso não serve para colocar os ônibus nas ruas".

Autorização visa amenizar efeitos da greve dos rodoviários

De acordo com o prefeito José Fortunati, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) está entrando em contato com os permissionários para definir a operação. A ideia é de que as vans façam rotas complementares às das lotações. Conforme o prefeito José Fortunati, as vans irão informar o itinerário na sua frente a partir de segunda-feira, com objetivo de privilegiar bairros que estão isolados pela falta de ônibus. “Vamos privilegiar as vias estruturantes e as transversais”, adiantou ele. “Organizaremos os sistema, de forma precária ainda, mas ajudando as pessoas a se deslocar.” O plano de operação será definido ao longo deste fim de semana.

Mantida em assembleia nessa sexta-feira, a greve dos rodoviários chegou ao seu sexto dia neste sábado. Desde quinta-feira, nenhum ônibus circula nas ruas da Capital. Na manhã deste sábado, pelo menos seis ônibus da empresa VAP foram apedrejados pouco depois que saíram das garagens. Logo em seguida eles retornaram à garagem, por medidas de segurança.


Bookmark and Share

Fonte: Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.