Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 04/02/2014
  • 07:21
  • Atualização: 07:23

À espera de assembleia, Capital inicia nono dia de greve

Rodoviários vão avaliar nova proposta e podem voltar ao trabalho a partir do meio-dia

Reunião está ocorrendo na manhã de hoje  | Foto: Maurem Xavier

Reunião está ocorrendo na manhã de hoje | Foto: Maurem Xavier

  • Comentários
  • Correio do Povo

Porto Alegre iniciou o nono dia de greve dos rodoviários mais uma vez sem nenhum ônibus circulando pela cidade. Os trabalhadores realizam assembleia às 8h desta terça-feira no ginásio Tesourinha para avaliar a proposta feita pela patronal na reunião no Tribunal Regional de Trabalho (TRT) nessa segunda. Se for aceita, 70% da frota será colocada na rua a partir do meio-dia pelas próximas 48 horas – período destinado à negociação de outros pontos da pauta de reivindicações de motoristas e cobradores.

Na reunião que teve quase três horas de duração na tarde dessa segunda no TRT, as partes acertaram reajuste de 7,5% aos rodoviários, vale-alimentação de R$ 19 e contrapartida de R$ 10 no plano de saúde. Caso o acordo passe pela assembleia, os empresários comprometeram-se a não descontar os dias parados do salário dos trabalhadores e a não puni-los. Se for rejeitado, a negociação volta à estaca zero.

As opções de transporte nesta manhã na Capital seguem apenas com táxis, lotações e vans escolares, que começaram a auxiliar no transporte público desde o fim de semana. Lotações têm autorização da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) para transportar passageiros em pé.

Bookmark and Share