Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 05/02/2014
  • 17:18

Médicos advertem: calor intenso traz sérios riscos para a saúde

Chefe da emergência da Santa Casa explica que o calor elevado pode acarretar a hipertemia

Transitar na rua entre 12h e 18h é desaconselhável | Foto: Bruna Cabrera/Especial/CP

Transitar na rua entre 12h e 18h é desaconselhável | Foto: Bruna Cabrera/Especial/CP

  • Comentários
  • Wagner Machado/Rádio Guaíba

O alerta da MetSul Meteorologia de que os gaúchos devem se preparar para alguns dos dias mais quentes da história deve fazer com que a população redobre o alerta. Médicos dizem que não é recomendado sair às ruas entre o meio-dia e as 18h e, se possível, usar a menor quantidade de roupa possível. Segundo a empresa de metereologia, até sexta-feira o calor extremo vai piorar e com marcas incomuns de até 45ºC, comparáveis às registradas em Melbourne e Sydney, durante poderosas ondas de calor vividas pela Austrália.

O clínico geral, Leonardo Fernandez, chefe da emergência adulta da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, explica que o calor elevado pode acarretar a hipertemia, que é o aumento da temperatura do corpo. Por isso, é preciso diminuir a exposição nos maiores períodos de calor. “Usar roupas frescas, se possível bermuda, sandália, enfim, minimo de roupa possível, dentro da realidade de cada trabalhador. Evitar transitar na rua no período de maior intensidade térmica”, recomenda.

Conforme o médico, é aconselhável não fazer exercícios nas primeiras horas da manhã, principalmente para hipertensos e cardiopatas, sob risco de infarto e derrame. “Às vezes, as pessoas querem fugir do calor e escolhem o período das 7h ou 8h da manhã, mas não é um bom horário”, explica, dizendo que o ideal é se exercitar do fim da tarde em diante.

De acordo com a Metsul, as máximas podem atingir picos históricos na sexta-feira, quando há chance de recordes em cidades da Grande Porto Alegre. No fim de semana, o forno não dá trégua. Podem ser esperadas máximas de 40ºC a 42ºC na Capital e na Grande Porto Alegre, à sombra. No Vale do Paranhana, pela geografia local, não são descartadas máximas de 43ºC ou 44ºC, talvez atingindo 45ºC em alguns pontos.


TAGS » Clima, Calor, Verão