Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 14/02/2014
  • 19:45
  • Atualização: 19:46

Servidores dos Correios seguem em greve

Atraso de correspondências já chega a dois milhões no Estado

  • Comentários
  • Lucas Rivas/Rádio Guaíba

Centenas de servidores dos Correios decidiram manter a greve da categoria no Rio Grande do Sul. A assembleia foi realizada no salão da Igreja Pompeia, no Centro de Porto Alegre, e terminou por volta das 18h. Com isso, a paralisação chega ao 16° dia, sem previsão de término.

Os reflexos da greve incluem o atraso de pelo menos 2 milhões de correspondências. Um mutirão volta a ocorrer, no fim de semana, para tentar pôr o fluxo em dia. No anterior, 906 mil objetos retidos foram liberados.

Os trabalhadores gaúchos decidiram aguardar os resultados de uma reunião marcada para a segunda-feira à tarde, em Brasília, entre dirigentes dos Correios e lideres da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect), para avaliar os rumos da greve. Uma outra assembleia ocorre na Capital, na próxima terça-feira.

Os servidores deram inicio à greve nacional buscando manter a gratuidade do plano de saúde e implantar a entrega matutina de cartas. O Estado soma 8,6 mil servidores. Os Correios garantem que cerca de mil aderiram à greve, totalizando 11,5% do quadro de trabalhadores.

Bookmark and Share


TAGS » Greve, Correios