Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 27/02/2014
  • 21:46
  • Atualização: 08:01

Motorista de lotação é assassinado em Porto Alegre

Dupla armada disparou contra a vítima na frente dos passageiros

Dupla armada disparou duas vezes contra a vítima na frente dos passageiros | Foto: Samuel Maciel

Dupla armada disparou duas vezes contra a vítima na frente dos passageiros | Foto: Samuel Maciel

  • Comentários
  • Cláudio Isaías / Correio do Povo

Um motorista de lotação da linha Otto/ Teresópolis foi assassinado a tiros na noite desta quinta-feira, na avenida Carlos Barbosa, bairro Medianeira, em Porto Alegre. Segundo a Brigada Militar (BM), dois homens armados entraram no veículo e um deles anunciou o assalto. A suspeita dos policiais militares é que o motorista tenha reagido ao assalto. Ele acabou sendo atingido por pelo menos três disparos e morreu no local. O condutor da lotação foi identificado como José do Carmo, 53 anos.

De acordo com relatos de testemunhas à BM, o motorista teria se negado a entregar o dinheiro e entrou em luta com um dos criminosos. Além disso, Carmo fechou a porta do veículo para impedir a saída da dupla. Eles teriam tentado fugir quebrando um vidro lateral da lotação. O segundo assaltante, conforme o relato de testemunhas, que estava sentado no fundo da lotação teria levantado e atirado no motorista que foi atingido no ombro, nas costas e na boca.

Os passageiros que estavam no lotação, deixaram o veículo após o crime e não esperaram a chegada da polícia. Nenhum deles ficou ferido. Na fuga, os criminosos roubaram a motocicleta de um motoboy que entregava pizzas na rua Osvaldo Rolla, próxima do Estádio Olímpico. O local do crime, que fica em frente ao aviário Santa Rita, foi isolado para o trabalho da perícia.

No local do crime, o delegado César Carrion, titular da 2ª Delegacia de Polícia, informou que na investigação que começam nesta sexta-feira serão analisadas as imagens da câmera de segurança que fica dentro do veículo e de uma empresa de material de construção do bairro. Segundo Carrion, com as imagens da câmera poderão ser identificados os dois criminosos e os passageiros que estavam na lotação.

Um colega de Carmo que dirigia o mesmo veículo na parte da manhã, que não quis se identificar, disse que perdeu a conta de quanta vezes já foi assaltado na linha Otto/Teresópolis. Conforme a Policia Civil, o condutor da lotação já havia registrado ocorrência como vítima de assalto 12 vezes, todas como motorista de ônibus e de lotação. De acordo com o delegado Carrion, a investigação policial vai apurar se os suspeitos estavam na lotação ou se teriam embarcado e realizado a tentativa de assalto próximo do Estádio Olímpico.

Bookmark and Share