Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 28/02/2014
  • 07:19
  • Atualização: 09:43

Rodoviários impedem saída de ônibus de garagens na zona Sul

Veículos da Viação Teresópolis Cavalhada e Viação Belém não circulam por Porto Alegre

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Um grupo de rodoviários impede na manhã desta sexta-feira a saída de ônibus das garagens de duas empresas na zona Sul de Porto Alegre. Os veículos pertencem à Viação Teresópolis Cavalhada (VTC) e à Viação Belém, ambas do Consórcio STS.

As principais linhas afetadas são Belém Novo, Lami e Restinga, que partem da zona Sul da Capital. Segundo a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), há redução das viagens, mas todas as linhas da região estão circulando. Em razão dos bloqeios, as paradas de ônibus na zona Sul estão lotadas. A paralisação impacta no transporte de outras empresas que atendem à região. Os lotações circulam com passageiros em pé.

De acordo com o líder do Movimento Independente Rodoviário (MIR), Alceu Weber, os bloqueios se devem às demissões de dois trabalhadores - um da empresa Belém Novo, por justa causa, e outro da VTC, sem justa causa, em retaliação à greve da categoria deflagrada em 27 de janeiro, quando Porto Alegre ficou sem ônibus por 15 dias.

Weber afirma que a manifestação prosseguirá até o meio-dia e que é um aviso aos patrões de que em 72 horas, passado o feriado de Carnaval, poderá haver nova paralisação caso os dois funcionários não sejam readmitidos. Ele lembra que há três medidas liminares aguardando julgamento no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), uma delas trata, inclusive, dos descontos dos dias parados. O líder do MIR diz, ainda, que além de desconto de dias parados, as empresas descontaram vales-refeição por conta da greve.

* Com informações dos repórteres Dico Reis e Mauren Xavier

Bookmark and Share