Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
13º 20º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Transporte Público

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/02/2014 10:22 - Atualizado em 28/02/2014 10:46

Após acordo, ônibus da Viação Belém deixam garagem

Rodoviários ainda impedem saída de veículo da empresa Viação Teresópolis Cavalhada

Sexta-feira começou com manifestação de rodoviários<br /><b>Crédito: </b> Tarsila Pereira
Sexta-feira começou com manifestação de rodoviários
Crédito: Tarsila Pereira
Sexta-feira começou com manifestação de rodoviários
Crédito: Tarsila Pereira

Por volta das 10h desta sexta-feira, os ônibus da Viação Belém começaram a deixar a garagem da empresa, na zona Sul de Porto Alegre, após serem impedidos de circular o por um grupo de rodoviáriosA empresa teria aceitado reverter a demissão de um funcionário por justa causa. A Brigada Militar (BM) foi chamada ao local e solicitou que os cerca de 15 manifestantes liberassem a passagem dos veículos.

Já na garagem da Viação Teresópolis Cavalhada (VTC) segue o bloqueio ao portão de saída dos ônibus. Segundo o gerente de tráfego da empresa, Carlos Artur Ascari, um motorista foi demitido após ter uma indisposição com um fiscal e já assinou a demissão. Ele afirma que os funcionários estão prontos para trabalhar, mas, ao contrário da Belém Novo, a BM ainda não deu o apoio para a retirada dos manifestantes.

Rodoviários protestam contra demissões

A sexta-feira começou com bloqueio nas garagens das empresas Viação Teresópolis Cavalhada (VTC) e Viação Belém, ambas do Consórcio STS. De acordo com o líder do Movimento Independente Rodoviário (MIR), Alceu Weber, o motivo foi as demissões de dois trabalhadores - um da empresa Belém Novo, por justa causa, e outro da VTC, sem justa causa, em retaliação à greve da categoria deflagrada em 27 de janeiro, quando Porto Alegre ficou sem ônibus por 15 dias.

As principais linhas afetadas foram Belém Novo, Lami e Restinga, que partem da zona Sul da Capital. Em razão dos bloqueios, as paradas de ônibus ficaram lotadas na região. A paralisação impactou no transporte de outras empresas. Os lotações circularam com passageiros em pé.

* Com informações do repórter Dico Reis

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.