Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 03/03/2014
  • 17:10
  • Atualização: 17:27

Ondas com mais de 17 metros atingem a costa norte da Espanha

Rajadas de vento chegaram a 130 km/h

  • Comentários
  • AFP

O norte da Espanha estava em alerta máximo nesta segunda-feira devido a um forte temporal com chuva e vento,
especialmente violento na costa, com rajadas de até 130 km/h e ondas de mais de 17 metros, informaram as autoridades.
Astúrias foi colocada "em alerta máximo porque começou a maré cheia, acompanhada pela força do vento e o risco é mais alto até que baixe a maré", afirmou um porta-voz do governo regional às 17h30min (14h30min de Brasília). "As ondas estão superando os 17 metros", acrescentou.

A força das ondas "levou outros 20 metros do dique do porto de Cudillero", que já tinha sido prejudicado durante um temporal anterior no começo de fevereiro, "e afundou duas pequenas embarcações que estavam no cais", declarou.

Em outro ponto da região, um porto "ficou totalmente alagado", acrescentou.

Os serviços de proteção civil e emergências do Ministério do Interior ativaram um "alerta por temporal marítimo na Galícia
e região cantábrica" destacando que os ventos nesta segunda-feira podem alcançar 130 km/hora.

O temporal devia afetar também o leste de Andaluzia, no Sul do país, a região da Catalunha, no Nordeste, os arquipélagos de Baleares, no Mediterrâneo, e Canárias, no Atlântico, e o enclave norte-africano de Melilla, informou em um comunicado.

No Noroeste do país, o governo regional da Galícia decretou nesta segunda-feira o nível de alerta vermelho por "fenômenos meteorológicos adversos na costa", com ondas de mais de 10 metros.

As autoridades do País Basco ativaram o primeiro nível de alerta "devido às previsões meteorológicas relacionadas com o temporal de mar", segundo comunicado.

Os fortes ventos, que obrigavam a frota a permanecer amarrada e avançavam para o leste do país, deviam continuar na terça-feira, segundo a agência estatal de meteorologia.


TAGS » Clima, Espanha, Mundo