Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 04/03/2014
  • 09:34
  • Atualização: 09:37

Presidente russo diz que não é necessário enviar tropas à Ucrânia

Vladimir Putin negou que esteja cercando bases militares na Crimeia

  • Comentários
  • AFP

O presidente russo, Vladimir Putin, estimou nesta terça-feira que o envio de tropas à Ucrânia "não é necessário no momento", mas se reserva o direito de recorrer "a todos os meios"."No que se refere ao envio de tropas, isso não é necessário no momento, mas a possibilidade existe", declarou Putin, acrescentando que seu país se reserva o direito de recorrer a todos os meios para proteger seus cidadãos nesta ex-república soviética.

Putin negou ainda que as forças russas estejam cercando as bases militares ucranianas na Crimeia, afirmando que apenas "forças locais de autodefesa" estão no local. Ao ser perguntado sobre se existiam forças russas cercando as bases na Crimeia, Putin respondeu: "Não, não participam. São forças locais de autodefesa" que bloqueiam as bases ucranianas na Crimeia, disse.

No entanto, Putin ressaltou que o recurso às forças armadas russas na Ucrânia seria legítimo. "Se tomarmos a decisão de utilizar as forças armadas na Ucrânia, seria totalmente legítimo", disse. "Contamos com um pedido do presidente legítimo", afirmou Putin, referindo-se ao chefe de Estado destituído Viktor Yanukovytch que, no entanto, segundo ele "não tem futuro político".

Bookmark and Share