Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
14º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/03/2014 10:26 - Atualizado em 08/03/2014 10:28

Vietnã detecta rastros de combustível após desaparecimento de avião

Navios foram enviados para o Mar da China Meridional

Parentes de passageiros aguardam em Pequim por informações do voo desaparecido<br /><b>Crédito: </b> Mark Ralston / AFP / CP
Parentes de passageiros aguardam em Pequim por informações do voo desaparecido
Crédito: Mark Ralston / AFP / CP
Parentes de passageiros aguardam em Pequim por informações do voo desaparecido
Crédito: Mark Ralston / AFP / CP

Aviões vietnamitas envolvidos nas buscas pelo Boeing da companhia aérea Malaysia Airlines, que desapareceu com 239 pessoas a bordo, identificou rastros de combustível no Mar da China Meridional, segundo uma autoridade militar vietnamita. "Dois de nossos aviões detectaram dois rastros de combustível de cerca de 15 a 20 quilômetros, em paralelo e a cerca de 500 metros um do outro", declarou ao vivo à televisão estatal o general Vo Van Tuan, acrescentando que navios foram enviados para o local.

O avião, um Boeing 777-200, deixou Kuala Lumpur logo após a meia-noite de sexta-feira, com previsão de chegada a seu destino às 06h30min de sábado, no horário local (19h30min de sexta, em Brasília). "O aparelho perdeu contato próximo ao espaço aéreo da província de Ca Mau, antes de entrar em contato com o controle aéreo da cidade de Ho Chi Minh", revelou um oficial do governo vietnamita.

O voo passaria ao controle de tráfego aéreo de Ho Chi Minh às 17h22min GMT (14h22min Brasília), mas "jamais apareceu", disse o oficial. O ministério vietnamita da Defesa lançou uma operação de busca e resgate em coordenação com as autoridades malaias e chinesasl. A imprensa regional informou que as ações se estendem por mar e ar, com o emprego de aeronaves e navios.

Segundo a Malaysian Airlines, o Boeing transportava 227 passageiros e 12 tripulantes, de 13 nacionalidades, incluindo 153 chineses, 38 malaios, 12 indonésios, 7 australianos, três americanos, três franceses, dois canadenses, dois ucranianos, dois neozelandeses, um austríaco, um russo, um holandês e um taiuanês. Havia duas crianças a bordo.



Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.