Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 11/03/2014
  • 13:37
  • Atualização: 13:57

CIA não descarta terrorismo no desaparecimento de avião

Boeing da Malaysia Airlines sumiu no sábado com 239 pessoas a bordo

  • Comentários
  • AFP

O diretor da CIA, John Brennan, afirmou nesta terça-feira que não se pode descartar a possibilidade de terrorismo na investigação sobre o desaparecimento no sábado do Boeing da companhia Malaysia Airlines. "Nenhuma reivindicação foi confirmada ou corroborada" desde o desaparecimento do avião, indicou Brennan.

• MetSul: não havia condições desfavoráveis na rota do voo
• Passageiro com passaporte roubado não é terrorista, diz polícia

Ele acrescentou, no entanto, que não se podia descartar um vínculo com uma organização terrorista, como assegurou a Interpol anteriormente.

Já o secretário-geral da Interpol, Ronald K. Noble, minimizou nesta terça a pista terrorista na investigação sobre o desaparecimento no sábado do avião, que tinha 239 pessoas a bordo. "Quanto mais informações temos, mais nos inclinamos a concluir que não se trata de um incidente terrorista", declarou.

Em referência à presença a bordo do avião de duas pessoas que viajavam com passaportes europeus falsos, Noble explicou que que se trata de um caso de tráfico de seres humanos. "Estamos cada vez mais seguros de que estes indivíduos não são terroristas", enfatizou.

Bookmark and Share