Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 11/03/2014
  • 15:48
  • Atualização: 15:59

Funcionários do GHC avaliam deflagrar greve no dia 27

Servidores reivindicam melhores condições de trabalho, reajuste salarial de 4% e vale-alimentação de R$ 350

  • Comentários
  • Camila Kila / Rádio Guaíba

Trabalhadores do Grupo Hospitalar Conceição, em Porto Alegre, realizam 12 horas de paralisação nesta terça-feira e avaliam a deflagração de greve a partir do próximo dia 27. Desde as 7h, piquetes foram montados em frente aos hospitais Conceição, Cristo Redentor e Fêmina.Técnicos em enfermagem, enfermeiros, nutricionistas e farmacêuticos se revezam no atendimento. No dia 20, uma nova paralisação deverá ser realizada nas três unidades.

O presidente da Associação dos Servidores do Grupo Hospitalar Conceição (ASERGHC), Valmor Guedes, destacou que na emergência são atendidos apenas casos graves. Foram mantidas também consultas com especialistas de difícil agendamento e o trabalho em unidades vitais, como Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Guedes afirma que os servidores reivindicam melhores condições de trabalho, reajuste salarial de 4% e vale-alimentação de R$ 350, para equiparação com o benefício recebido no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Conforme ele, a população reclama do atendimento prestado nas instituições, mas a responsabilidade é dos gestores, que promovem o sucateamento dos hospitais.

Bookmark and Share