Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 11/03/2014
  • 19:31
  • Atualização: 19:37

Polícia Civil identifica envolvidos em quebra-quebra do Ginásio Tesourinha

Delegado que investiga tumulto recebeu imagens captadas durante audiência pública

  • Comentários
  • Samantha Klein / Rádio Guaíba

A Prefeitura de Porto Alegre entregou nesta terça-feira um dossiê com imagens captadas durante a audiência sobre o transporte público que ocorreu na noite dessa segunda-feira no Ginásio Tesourinha. Ocorrências policiais de apreensões de artefatos e dano ao patrimônio público também foram entregues ao delegado Paulo César Jardim, titular da 1ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso. O inquérito policial já foi instaurado.

• Prejuízo no Tesourinha pode chegar a R$ 70 mil

Jardim já identificou manifestantes envolvidos na confusão. “Nas primeiras imagens já identificamos suspeitos que jogaram materiais e bombas na quadra. Estes serão intimados para depor nos próximos dias”, ressaltou.

A Polícia vai realizar diligências a locais não revelados a partir desta quarta-feira. Intimações também serão encaminhadas para suspeitos. O inquérito será caracterizado como crime de ação pública, o que implica risco à vida das pessoas que estavam no ginásio e danos ao patrimônio público. “Não estou investigando uma entidade política, mas pessoas que cometeram crimes”, explicou o delegado.

A Prefeitura sugeriu que o Bloco de Luta pelo Transporte Público é responsável pelos prejuízos. Na página do Facebook do grupo, desde o final de semana, há relatos de que a audiência não deveria acontecer. Já os manifestantes disseram que o processo não foi democrático durante a consulta popular.

Bookmark and Share