Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 12/03/2014
  • 17:03
  • Atualização: 17:32

Obama alerta Putin sobre custos de operação na Ucrânia

Presidente dos Estados Unidos recebeu premiê ucraniano e reiterou que Rússia violou lei internacional

Obama recebeu na Casa Branca o premiê ucraniano | Foto: Saul Loeb / AFP / CP

Obama recebeu na Casa Branca o premiê ucraniano | Foto: Saul Loeb / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

O presidente Barack Obama expressou nesta quarta-feira seu apoio à Ucrânia na crise com a Rússia durante encontro com o primeiro-ministro ucraniano interino, Arseniy Yatsenyuk. Ele recebeu o premiê na Casa Branca e alertou ao presidente russo Vladimir Putin sobre os custos que poderá ter com uma operação no país.

Obama também reiterou que a incursão de Moscou na região da Crimeia violou a lei internacional. Além disso, garantiu a Yatsenyuk que Washington apoia a integridade territorial da Ucrânia.

O presidente americano disse esperar que a diplomacia evite um referendo na Crimeia. Já o premiê da Ucrânia garantiu que seu país jamais vai se render em sua luta para proteger a soberania da Ucrânia.

OSCE pede criação de grupo de contato internacional

O presidente em exercício da Organização de Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), Didier Burkhalter, falou por telefone nesta quarta-feira com o presidente russo Vladimir Putin sobre a situação na Ucrânia.

Os dois conversaram sobre a criação de um grupo de contato internacional e das possibilidades para estabelecê-lo, assim como a de uma missão de observadores da OSCE.  Burkhalter acredita que é importante que se chegue a um rápido consenso para mobilizar estes observadores, segundo a OSCE.

Bookmark and Share