Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 13/03/2014
  • 17:53
  • Atualização: 14:02

Suspeito de matar publicitário era motoboy

Homem de 41 anos foi preso nesta manhã na casa de detenção de regime semiaberto

  • Comentários
  • Samuel Vettori/Rádio Guaíba

O suspeito da morte do publicitário Lairson José Kunzler, 68 anos, tinha autorização para deixar o albergue Patronato Lima Drummond, no bairro Teresópolis, na Capital, para trabalhar como motoboy. O homem de 41 anos foi preso nesta manhã na casa de detenção de regime semiaberto. O nome da empresa em que ele atuava não foi divulgado.

O suspeito tinha autorização para sair às 8h e voltar às 21h30min. O crime ocorreu no início da tarde de 24 de fevereiro, na zona Sul de Porto Alegre. O criminoso pertence a uma quadrilha responsável por ataques a clientes de bancos na região do bairro Moinhos de Vento, onde Kunzler sacou dinheiro que foi levado pelo grupo. O criminoso, em 2007, foi condenado pela morte do advogado tributarista Geraldo Diehl Xavier, aos 37 anos, também vítima de latrocínio. Ele foi atacado logo após deixar uma agência bancária no bairro Bela Vista, depois de sacar quase R$ 100 mil.

A polícia solicitou mais uma prisão preventiva. O advogado de outro suspeito disse à delegada Áurea Regina Hoeppel que o cliente vai se apresentar nesta sexta. Um terceiro homem segue sendo procurado pela polícia.

Bookmark and Share