Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 14/03/2014
  • 16:31
  • Atualização: 17:10

Professores estaduais decidem entrar em greve por três dias

Paralisação da categoria começa na próxima segunda-feira

Professores estaduais decidem entrar em greve por três dias | Foto: Pedro Revillion / CPERS / CP

Professores estaduais decidem entrar em greve por três dias | Foto: Pedro Revillion / CPERS / CP

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

Os professores da rede estadual decidiram na tarde desta sexta-feira fazer greve de três dias a partir da próxima segunda-feira. Cerca de 2 mil profissionais participaram de assembleia convocada pelo Cpers-Sindicato, Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre. A votação foi concluída por volta das 16h30min.

A categoria chegou a analisar a possibilidade de uma paralisação por tempo indeterminado, que acabou sendo rejeitada. As principais reivindicações são o pagamento do Piso Nacional do Magistério pelo governo estadual, mudança do vale-refeição e nomeação de novos professores, que foram aprovados no concurso de 2013.

A decisão professores no Estado acompanha a definição da categoria em nível nacional. A presidente do Cpers, Rejane de Oliveira, criticou o governador Tarso Genro por não pagar o piso nacional. “Não vamos dar sossego ao governador, porque ele é intransigente e não quer negociar. Fez uma promessa e não cumpriu. Assinou a lei e não honra sua assinatura. Orientamos que os pais não mandem seus filhos às escolas na semana que vem”, comentou.

Após a assembleia no Gigantinho, a categoria vai realizar uma caminhada da avenida Padre Cacique e Borges de Medeiros até o Centro da cidade. O ato é em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.


Bookmark and Share