Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
12ºC
Amanhã
14º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

15/03/2014 18:38 - Atualizado em 15/03/2014 19:42

União Europeia não reconhece referendo sobre Crimeia, diz Hollande

Presidente da França considerou votação uma “pseudo-consulta” e ameaçou com sanções

União Europeia não reconhece referendo sobre Crimeia, diz Hollande<br /><b>Crédito: </b> Georges Gobet / AFP /CP
União Europeia não reconhece referendo sobre Crimeia, diz Hollande
Crédito: Georges Gobet / AFP /CP
União Europeia não reconhece referendo sobre Crimeia, diz Hollande
Crédito: Georges Gobet / AFP /CP

O presidente francês, François Hollande, afirmou neste sábado que a "França, assim como a União Europeia, não reconhecerá a validade desta pseudo-consulta" organizada no domingo na Crimeia, e alertou que, se não houver uma diminuição das tensões, a UE aplicará sanções contra a Rússia.

"Há uma pseudo-consulta da população da Crimeia porque ela não está em conformidade com o direito interno ucraniano, nem com o direito internacional", e "é por isso que a França, assim como a União Europeia, não reconhecerá a validade desta pseudo-consulta" de adesão à Rússia, explicou Hollande em uma coletiva de imprensa conjunta no Eliseu com o chefe de governo italiano, Matteo Renzi.

"O Conselho Europeu estabeleceu uma escala de sanções", disse Hollande. "Se não ocorrer uma diminuição das tensões, recorrerão, portanto, a estas sanções" contra a Rússia durante o conselho de ministros das Relações Exteriores em Bruxelas. Elas serão aplicadas aos vistos e aos bens financeiros. "Desejo que ocorra uma diminuição das tensões, que exista um grupo de contato que possa buscar soluções no âmbito da integridade territorial da Ucrânia", disse.

Perguntado sobre a possível suspensão da venda de navios militares franceses de tipo Mistral à Rússia, Hollande declarou que estas sanções "vinculadas à cooperação militar" pertenciam ao "terceiro nível de sanções". "Estamos no primeiro nível", indicou.

Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.