Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/04/2014 12:15 - Atualizado em 09/04/2014 12:20

Número de clientes sem luz cai para 4 mil no RS

Seis regiões seguem sem energia elétrica devido a temporais

O número de clientes sem luz no Estado por conta dos temporais caiu para pouco mais de 4 mil na tarde desta quarta-feira. Nessa terça, as fortes chuvas cortaram a energia de pelo menos oito regiões do território gaúcho.  Em Canoas, na Região Metropolitana, um caminhão derrubou oito postes e deixou 600 casas sem luz no bairro Harmonia.

Conforme a Rio Grande Energia (RGE), 4 mil clientes seguem sem luz depois dos temporais nos Campos de Cima da Serra, Missões, Vale dos Vinhedos, Encosta Superior Nordeste, Planalto e na Zona da Produção.

De acordo com a assessoria de imprensa da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), boa parte dos problemas na região de concessão foram resolvidos. A falta de luz atinge apenas áreas rurais de Herval e Canguçu

Acidente deixa bairro sem luz em Canoas

Cerca de 600 casas do bairro Harmonia, em Canoas, na Região Metropolitana, estão sem luz desde a noite dessa terça-feira por conta de um acidente que derrubou oito postes na rua das Araucárias. Segundo informações da AES Sul, concessionária responsável pelo fornecimento de energia, um caminhão, que carregava uma retroescavadeira, atingiu a rede do local.

Conforme a assessoria de comunicação da AES Sul, cinco equipes da empresa já estão no local para realizar a reconstrução de alguns postes e a recomposição da rede elétrica.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.