Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 11/04/2014
  • 23:48
  • Atualização: 23:58

Primeiros 100 dias têm redução de 14,53% no número de acidentes em 2014

Porto Alegre teve, no entanto, 28 mortos no trânsito contra 27 no ano passado

Porto Alegre teve 28 mortos no trânsito contra 27 no ano passado | Foto: Fabiano do Amaral / CP

Porto Alegre teve 28 mortos no trânsito contra 27 no ano passado | Foto: Fabiano do Amaral / CP

  • Comentários
  • Bruna Cabrera/Correio do Povo

No 100º dia de 2014, a Coordenação de Informações de Trânsito da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informou que os acidentes diminuíram 14,53% no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado, em Porto Alegre. Em contrapartida o número de vítimas fatais teve um aumento de 3,7%. No ano de 2013 foram 27 mortos no trânsito contra 28 em 2014. Os feridos aumentaram 1,56%, foram 5229 registros no ano passado, contra 4469. De acordo com diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari, os números “são comparáveis aos de países europeus”.

Para Cappellari, o resultado é bastante positivo: “Nós trabalhamos insistentemente na questão da redução da violência do trânsito” e ainda ressaltou a redução de 17,39% de acidentes envolvendo ciclistas. Segundo o presidente, vem “aumentando sistematicamente o número de bicicletas, mas não há uma pesquisa sobre o número de ciclistas”, completou. Ele ainda explica que a pesquisa é feita em cima de dados absolutos. “Uma equipe faz análise dos acidentes e, a partir disso, desenvolve iniciativas internas para analisar o local e a partir da provável causa, há uma ação de fiscalização”, detalhou o diretor-presidente.

O total de acidentes envolvendo motocicletas em 2013 passou de 1189 para 1091. Sendo que o número de feridos teve uma diminuição de 0,18% e vítimas aumentou 15,38%. Os feridos passaram de 1108 para 1106 e os mortos de 13 para 15.

Envolvendo bicicletas, os acidentes baixaram de 69 para 57, acarretando em 17,39%. Foram 62 feridos em 2013, contra 55 em 2014, uma baixa de 8,06%. As vítimas nesta categoria passaram de três, no ano passado, para duas, em 2014 – coincidentemente ambas aconteceram no mesmo dia – uma redução de 33,33%.

O número de atropelamentos no geral baixou 14,42%. De 312 para 267. Os feridos passaram de 348, em 2013, para 304 este ano; uma baixa de 12,64%. As vítimas na mesma categoria, entretanto, tiveram um aumento de 22,22%, contabilizando duas mortes a mais.

Os números do trânsito

Número total de acidentes
5229 (2013) / 4469 (2014),  redução de 14,53%
Feridos
1987 (2013) / 1956 (2014), redução de 1,56%
Vítimas fatais
27 (2013) / 28 (2014), alta de 3,70%
Atropelamentos em geral
312 (2013) / 267 (2014), redução de 14,42%
Feridos em atropelamentos
348 (2013) / 304 (2014), redução de 12,64%
Vítimas fatais em atropelamento
9 (2013) / 11 (2014), alta de 22,22%
Total de acidentes com motos
1189 (2013) / 1091 (2014), redução de 8,4%
Feridos com motos
1108 (2013) / 1106 (2014), redução de 0,18%
Vítimas fatais com motos
13 (2013) / 15 (2014), alta de 15,38%
Acidentes com bicicletas
69 (2013) / 57 (2014), redução de 17, 39%
Feridos com bicicletas
62 (2013) / 55 (2014), redução de 8,06%
Vítimas fatais ciclistas
3 (2013) / 2 (2014), redução de 33,33%

Bookmark and Share


TAGS » Acidente, Geral, EPTC