Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 13/04/2014
  • 21:10
  • Atualização: 21:17

Atirador mata três em comunidade judaica dos EUA

Homem teria perguntado se vítimas eram judias antes de abrir fogo em dois locais

Homem teria perguntado se vítimas eram judias antes de abrir fogo em dois locais | Foto: Jamie Squire/Getty Images/AFP/CP

Homem teria perguntado se vítimas eram judias antes de abrir fogo em dois locais | Foto: Jamie Squire/Getty Images/AFP/CP

  • Comentários
  • AFP

Três pessoas morreram neste domingo no estado americano do Kansas, após ataques a um centro comunitário e a uma casa para idosos da comunidade judaica. O chefe de polícia de Overland Park, John Douglass, relatou que um homem foi preso em escola primária da cidade. Ele gritava "Heil Hitler!" enquanto era escoltado pelos oficiais, segundo a emissora local KSHB, filiada da NBC.

O rabino Herbert Mandl, capelão da polícia de Overland Park, informou à rede CNN que o primeiro tiroteio, no centro comunitário, aconteceu por volta das 13h. No local, jovens participavam de um teste para um concurso de cantores. O suspeito, de cerca de 70 anos, perguntou aos candidatos se eles eram judeus, antes de abrir fogo, segundo Mandl. Duas pessoas foram mortas, entre elas um adolescente.

Em seguida, o atirador dirigiu até a casa para idosos Shalom, onde matou uma mulher de 70 anos, 15 minutos após o primeiro tiroteio. Setenta e cinco pessoas estavam no teatro do centro comunitário, a maioria crianças, embora os responsáveis pela instituição tenham destacado que o incidente aconteceu no estacionamento.

O centro judaico anunciou que fechará as portas até terça-feira. "Nossos corações estão com as famílias que sofreram perdas neste dia trágico", publicou a instituição em sua página na internet.

Bookmark and Share