Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 15/04/2014
  • 16:49
  • Atualização: 16:54

Avessa ao namoro, panda fêmea é submetida a inseminação artificial

Especialistas do zoo esperava que animal copulasse nesta temporada

Nível hormonal de Tian Tian estava caindo | Foto: John Thys / AFP / CP

Nível hormonal de Tian Tian estava caindo | Foto: John Thys / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Única panda fêmea gigante da Grã-Bretanha, Tian Tian foi submetida a inseminação artificial após fracassadas tentativas de cópula com seu companheiro, Yang Guang - informou nesta terça-feira o zoológico de Edimburgo. Os especialistas do zoo esperavam que o casal, doado pela China aos britânicos em 2011, copulasse nesta temporada reprodutiva, mas os níveis hormonais de Tian Tian desabaram antes que tivessem a chance de fazê-lo.

"Restrições de tempo fizeram com que agíssemos rapidamente e procedemos à inseminação artificial", explicou Iain Valentine, diretor encarregado dos pandas gigantes da Sociedade Real de Zoológicos da Escócia. O procedimento foi feito no domingo, mas só será possível saber se Tian Tian ficou grávida ou não quando ela der à luz, o que pode acontecer em agosto ou setembro.

Os dois pandas se recuperaram rapidamente do processo de inseminação. Quinze minutos depois, Yang Guang já estava degustando mel e bambu, informou o zoo. Seu recinto permanecerá fechado aos olhares do público até
quarta-feira.Tian Tian, cujo nome significa Docinho, também foi inseminada artificialmente no ano passado, mas ela sofreu
um aborto espontâneo em etapa avançada da gestação, causando grande decepção para o zoológico.Valentine disse que este ano, "desde o princípio, quando os pandas começaram a demonstrar um comportamento de procriação no começo da primavera, ambos mostravam sinais muito positivos". 

"Estávamos esperançosos de que um cruzamento natural ocorresse este ano, mas por fim, os hormônios de Tian Tian começaram a cair rapidamente, o que significou que sua janela procriativa poderia ser muito menor", explicou. Um especialista chinês estava "confiante" de que o casal pudesse acasalar naturalmente, mas o zoológico recorreu à inseminação artificial, usando o sêmen de Yang Guang, temendo que o tempo se esgotasse.

O zoo ganhou Tian Tian e Yang Guang, cujo nome significa Luz do Sol, da China em dezembro de 2011, mas até hoje o casal nunca copulou. Os pandas, cujo habitat natural fica no montanhoso sudoeste da China, têm uma taxa reprodutiva notoriamente baixa e estão sob pressão devido a diversos fatores, como a perda de seu ambiente. A China tem cerca de 1.600 pandas vivendo na natureza. Sua temporada normal de procriação é entre meados de abril e maio.

Bookmark and Share


TAGS » Animais, Mundo