Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 25/04/2014
  • 08:42
  • Atualização: 08:48

Justiça faz audiência de julgamento de acusados de matar cinegrafista

Dezesseis testemunhas foram convocadas para depor na sessão de instrução

  • Comentários
  • Agência Brasil

A 3ª Vara Criminal do Rio de Janeiro faz nesta sexta-feira a primeira audiência de instrução e julgamento dos dois acusados de matar o cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, 49 anos. Ele foi atingido por um artefato explosivo enquanto cobria uma manifestação no centro da capital, no início de fevereiro deste ano.

Fábio Raposo Barbosa e Caio Silva de Souza são acusados dos crimes de explosão e homicídio triplamente qualificado (por motivo torpe, impossibilidade de defesa da vítima e uso de explosivo). Dezesseis testemunhas foram convocadas para depor na audiência de instrução, que começa às 13h no 9º andar da Lâmina Central do Tribunal de Justiça, no Rio de Janeiro.

Morte de Santiago Andrade

Santiago Andrade foi atingido na cabeça por um explosivo, quando fazia a cobertura de manifestação contra o aumento do valor da passagem de ônibus no Rio, no dia 6 de fevereiro. Ele teve afundamento do crânio e perdeu parte da orelha esquerda.

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio divulgou nota no dia 10 de fevereiro confirmando a morte encefálica do cinegrafista. Ele tinha mais de 20 anos de profissão e trabalhava há 10 anos na Rede Bandeirantes. Santiago era casado e pai de quatro filhos

O diagnóstico de morte cerebral feito pela equipe de neurocirurgia do Hospital Municipal Souza Aguiar, onde ele estava internado no Centro de Terapia Intensiva desde o dia 9.

Bookmark and Share