Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
14º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

27/04/2014 18:55 - Atualizado em 27/04/2014 19:08

Puma causa medo em moradores de Erechim

Animal apareceu no bairro Redenção e está solto na mata

Moradores do Parque de Rodeios Demétrio Arpini e do bairro Redenção, em Erechim, estão desde sábado temerosos. Eles dizem que há um puma (onça-parda) solto na região e estão com medo de sair de casa. Ontem, a sete quilômetros do Centro da cidade o felino foi localizado. Ele estava em cima de um eucalipto a 10 metros do parque de rodeios. A informação se espalhou rapidamente atraindo a presença de muitos curiosos.

A Brigada Militar (BM) e os bombeiros foram acionados após a localização do puma. No início da tarde o animal, provavelmente assustado com a movimentação de pessoas e veículos, desceu da árvore e acabou entrando numa área de mata próxima.

Segundo a moradora do Parque Redenção Letícia Samujeden dos Santos, assim que ficou sabendo da presença do animal ela foi até o lugar para ver o felino. Ela tomou o cuidado de não se aproximar. “Estava muito alto. A preocupação dos moradores é que ele volte, já que muitos têm animais como ovelhas, galinhas, porcos que podem ser atacados”, disse Letícia, aluna de Arquitetura em uma universidade da cidade.

Presença do animal preocupa moradores

Na manhã deste domingo o mecânico Mateus Moreira, que reside a 150 metros de onde o puma foi encontrado, estava muito preocupado. “Eu tenho um filho de seis anos e há outras crianças que vão à escola a pé e passam por um mato e na área reflorestada de eucalipto onde o bicho foi localizado”, disse.

A preocupação de Moreira é por que o felino não foi capturado. “O animal está solto. Como as crianças poderão ir à escola e até nós como vamos sair de casa?” questionou, Ele acredita que o puma teria de 50 a 60 quilos. Ele também relatou que na semana passada surgiram comentários de que uma ovelha e um terneiro desapareceram em uma propriedade vizinha. “Agora a gente sabe o que aconteceu”, concluiu o mecânico, acreditando que os animais foram atacados pelo felino.

O proprietário do parque de rodeios, Celso Arpini, mostrava-se indignado na manhã deste domingo. “Não gostaria que esse animal ficasse por aqui. Não sei se é perigoso, mas pode tornar-se perigoso. É carnívoro”, observou. Ele também disse que no sábado, quando foi alertado por um de seus empregados sobre o aparecimento do felino, acionou a BM e os bombeiros, mas nenhuma providência que resultasse na retirada do animal daquela área habitada, foi tomada. “Aqui é um lugar tranqüilo, mas como se vê não mais tão tranqüilo porque tem uma onça solta”, disse neste domingo pela manhã.

Arpini destacou que um vizinho tem uma filha de dois anos e a casa deles está a 10 metros de onde o felino apareceu. Ele defendeu a ideia de que o animal recebesse um tranquilizante e com o uso de redes o felino fosse capturado e levado para outro lugar mais apropriado, longe de onde várias famílias residem com seus filhos.

O 2º Pelotão de Polícia Ambiental de Erechim não atendeu ligações realizadas por moradores. O quartel estava fechado tanto sábado às 16h e no domingo de manhã às 10h. O puma ou onça-parda ou também conhecido como leão-baio é um mamífero carnívoro e capaz de sobrevier em áreas muito alteradas pelo homem como pastagens e cultivos agrícolas.

Confira a imagem do Puma em Erechim


 

Puma apareceu no bairro Redenção, em Erechim e fugiu para um matagal / Letícia Samujeden dos Santos / Divulgação CP

Bookmark and Share


Fonte: José Ody / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.