Correio do Povo

Porto Alegre, 29 de Agosto de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
16º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

01/05/2014 11:50 - Atualizado em 01/05/2014 12:03

Advogado protocola pedido revogação de prisão de pai de Bernardo

Médico Leandro Boldrini foi transferido para Penitenciária de Charqueadas

O advogado Jader Marques, representante de Leandro Boldrini, pai do menino Bernardo Boldrini, morto em março em Frederico Westphalen, protocolou nessa quarta-feira o pedido de revogação da prisão temporária. O médico foi encaminhado para a Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc) como suspeito de participar da morte do menino.

• Leia mais sobre o caso Bernardo Boldrini

Assim como Leandro, a assistente social Edelvânia Wirganovicz foi deslocada para a Penitenciária Estadual Feminina de Guaíba. A decisão da transferência foi tomada para preservar os suspeitos, que estariam sofrendo ameaças de outros presos.

A madrasta de Bernardo, a enfermeira Graciele Ugulini, está detida na Penitenciária Modulada de Ijuí, no Planalto Médio. Segundo a Superintendência de Serviços Penintenciários (Susepe), nessa quarta-feira houve audiência para decidir se ela seria transferida, mas o resultado ainda não foi divulgado.

Morte acidental

A madrasta de Bernardo Uglione Boldrini, a enfermeira Graciele Ugulini, prestou depoimento à polícia ontem na Penitenciária Modulada de Ijuí, no Planalto Médio. Graciele disse aos policiais que a morte do menino de 11 anos foi acidental, por ingestão de medicamentos dados por ela. Ela ainda negou a participação do pai de Bernardo, Leandro Boldrini, na morte do filho.

O advogado da assistente social Edelvânia Wirganovicz, Demétrius Eugênio Grapiglia, acompanhou o depoimento de Graciele. De acordo com ele, a madrasta de Bernardo disse aos policiais que sua cliente não teve participação na morte do menino.

Bookmark and Share


Fonte: Fernanda Pugliero / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.