Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 05/05/2014
  • 14:49
  • Atualização: 11:52

Morre mulher linchada pela população em Guarujá, SP

Ex-marido disse que ela era portadora de transtorno bipolar e foi acusada injustamente de sequestrar crianças

  • Comentários
  • AE

Morreu na manhã desta segunda-feira em Guarujá, no litoral pauslita, a mulher de 31 anos que foi espancada na noite de sábado por populares, na comunidade de Morrinhos 1, sob a acusação de ser a sequestradora de crianças para rituais de magia negra. A dona de casa, de 31 anos, foi internada, em estado grave no Hospital Santo Amaro, com quadro de traumatismo craniano. Ela estava em coma induzido e seu estado de saúde piorou no domingo.

O ex-marido, que é um porteiro de 40 anos, já foi ouvido pela Polícia e inocentou a esposa. Ele disse que ela era portadora de transtorno bipolar e que faz tratamento psiquiátrico, mas que de modo algum é a pessoa apontada como sequestradora. O porteiro acredita que a mulher foi confundida com o retrato falado publicado em uma rede social, que alertou os pais da comunidade sobre a presença da sequestradora em Morrinhos 1.

Ele disse ainda que a companheira, que é mãe de dois filhos, de 12 e de 1 ano, saía muito de casa para visitar parentes e amigos que moram na região. A Polícia está investigando todos os passos da mulher e já identificou algumas pessoas suspeitas pelo linchamento.

Bookmark and Share


TAGS » São Paulo, Geral