Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 06/05/2014
  • 09:06
  • Atualização: 09:17

Nepalês queima grávida para exigir moto e búfalos de dote

Mulher já havia sido torturada pelo marido

  • Comentários
  • AFP

A polícia do Nepal busca um homem suspeito de ter queimado gravemente a esposa, grávida de sete meses, por uma disputa relacionada a um dote matrimonial. A mulher de 25 anos sofreu graves queimaduras na parte inferior do corpo e, dias depois, um aborto, indicou um funcionário policial.

O marido, Farid Sheikh, que agiu com a cumplicidade de seus pais, procedeu desta maneira para obter da família de sua esposa uma moto e vários búfalos como dote. "O incidente ocorreu aproximadamente há um mês" no distrito de Banke, oeste do Nepal, e os acusados levaram a mulher à "Índia para receber tratamento, dizendo que havia sido um acidente", declarou a fonte.

Depois do aborto, o pai da mulher soube do ocorrido e apresentou uma denúncia contra o marido e sua família. "Registramos a denúncia, mas seu marido e sogros desapareceram. Estamos à procura", acrescentou a fonte.

Antes de ser queimada, a mulher já havia sofrido maus-tratos e torturas por parte de seu marido, que a repreendia por não ter fornecido um dote. Sofreu, em particular, queimaduras de cigarro em seus órgãos genitais, indicaram as fontes. Depois do incidente, organizações de defesa dos direitos humanos do Nepal pediram o endurecimento das penas contra os autores de violência relacionada com o dote.

Bookmark and Share


TAGS » Geral, Maus Tratos, Nepal