Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 20º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Saúde

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/05/2014 12:05 - Atualizado em 09/05/2014 12:33

Vacinação contra gripe é prorrogada por duas semanas no RS

Em Porto Alegre, 44% da população de risco ainda precisa ser imunizada

Vacinação contra gripe é prorrogada por duas semanas no RS<br /><b>Crédito: </b> André Ávila / CP Memória
Vacinação contra gripe é prorrogada por duas semanas no RS
Crédito: André Ávila / CP Memória
Vacinação contra gripe é prorrogada por duas semanas no RS
Crédito: André Ávila / CP Memória

A campanha de vacinação contra a gripe no Rio Grande do Sul será prorrogada por pelo menos mais duas semanas. Inicialmente programada para encerrar nesta sexta-feira, a imunização foi estendida até 23 de maio. Até lá, a expectativa da Secretaria Estadual da Saúde (SES) é alcançar ao menos 80% de cobertura nos grupos prioritários.

• Governo federal prorroga campanha de vacinação contra gripe

Mais de 1,8 milhão de pessoas foram vacinadas no Rio Grande do Sul, com uma cobertura de 56%, a terceira maior no País. Até o final da campanha, a orientação do Centro Estadual de Vigilância em Saúde aos municípios é que sigam disponibilizando as doses em todas Unidades Básicas de Saúde.

A Secretaria de Saúde (SMS) de Porto Alegre informou nesta sexta que 211.470 pessoas foram vacinadas, o que significa que 44% da população de risco ainda precisa ser imunizada. Em função do baixo índice de cobertura, as unidades de saúde da Capital continuarão vacinando até que a meta de 80% dos grupos prioritários seja atingida. O horário de funcionamento nos postos para vacinação será das 8h às 17h.

Os grupos a quem a vacina é recomendada seguem os mesmos: crianças de 6 meses a menores de 5 anos, gestantes e mães de recém nascidos com até 45 dias, pessoas com 60 anos ou mais e doentes crônicos (cardíacos, diabéticos, obesos, pessoas com problemas respiratórios ou outra doença crônica com risco de complicação por influenza). Também recebem a dose os indígenas que vivem em aldeias; os profissionais de saúde, que se vacinam nos próprios locais de trabalho; e a população privada de liberdade, devido aos altos índices de doenças respiratórias.

Doses aplicadas por grupos no RS**

Crianças – 295.498 (49,73%)
Trabalhadores da Saúde – 145.607 (48,61%)
Gestantes – 46.989 (45,47%)
Puérperas – 12.461 (73,43%)
Indígenas – 12.375 (58,18%)
Idosos – 907.461 (61,82%)
Doentes crônicos - 389.291
Total de doses aplicadas – 1.810.226

**números registrados até 9h (para dados atualizados, clique aqui)

* Com informações da repórter Vitória Famer

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.