Porto Alegre, sexta-feira, 31 de Outubro de 2014

  • 21/05/2014
  • 19:26
  • Atualização: 19:47

Malas que provocaram bloqueio na Cidade Baixa podem ter sido furtadas de turistas

Ainda não foi identificado o proprietário da bagagem abandonada em duas ruas do bairro

  • Comentários
  • Samuel Vettori/Rádio Guaíba

A polícia crê que as malas suspeitas de conter material explosivo abandonadas na Cidade Baixa nessa terça-feira tenham sido furtadas do porta-malas de um carro ou carregadas quando um hóspede tentou entrar ou sair de um hotel da região. O episódio obrigou a Brigada Militar a isolar algumas ruas do bairro devido a possibilidade delas conterem material explosivo.

De acordo com o delegado Paulo César Jardim, é comum viajantes retirarem a mala do carro e deixarem na rua para carregar o restante da bagagem. Nesse intervalo de tempo, ocorre o furto. Na manhã desta quarta, um homem que teve o porta-malas do carro arrombado ligou para a 1ª Delegacia informando que as malas podem ser dele. Durante à tarde, outra pessoa que teve a bagagem furtada foi a DP, mas não indentificou como era deles.

Mesmo com um equipamento de raio-x para identificar o conteúdo das malas, ruas da Cidade Baixa precisaram ficar bloqueadas por mais de três horas até a BM identificar que não havia material perigoso. Até o momento, não foram identificadas imagens dos responsáveis por descartar os equipamentos.

Uma das malas foi deixada no entroncamento da João Alfredo com a rua da República e a outra na avenida Loureiro da Silva, do lado oposto do largo Zumbi dos Palmares. Em uma delas havia revistas de viagem. A suspeita é que o restante dos bens foram levados.

Bookmark and Share


TAGS » Polícia, Explosivo