Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
14º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

26/05/2014 13:01 - Atualizado em 26/05/2014 13:02

Taxistas avaliam parar atividades na Copa em função do uniforme

Sindicato da categoria entrou com uma ação na Justiça para reverter a decisão

Taxistas avaliam parar atividades na Copa em função do uniforme<br /><b>Crédito: </b> André Ávila
Taxistas avaliam parar atividades na Copa em função do uniforme
Crédito: André Ávila
Taxistas avaliam parar atividades na Copa em função do uniforme
Crédito: André Ávila

Os taxistas de Porto Alegre poderão paralisar suas atividades durante a Copa do Mundo, caso a obrigatoriedade da camisa azul no uniforme seja mantida pela Justiça. O sindicato da categoria entrou na semana passada com uma ação na Vara da Fazenda Pública para reverter a decisão. O presidente do Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi), Luiz Nozari, disse nesta segunda que se o recurso for negado, os taxistas poderão realizar protestos e paralisação durante os dias de jogos da Copa do Mundo na Capital.

Nozari afirmou que é favorável a padronização do uniforme, mas destaca que a lei original não fala em cor. “Estamos pedindo que os taxistas que compraram camisetas azuis que guardem as notas e cobrem da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) ressarcimento caso a Justiça acate a decisão”, destacou. Na manhã desta segunda, em diversos pontos da Capital como o da Estação Rodóviária, e os pontos de táxi da avenida Borges de Medeiros e da rua dos Andradas, os motoristas de táxi estavam com a camisa azul exigida pela EPTC.

O gerente de fiscalização de trânsito da EPTC, Paulo Gumercindo Machado, informou que não serão feitas abordagens na rua para verificar quem está sem o uniforme. “Não vamos fazer caça às bruxas. A fiscalização programada será realizada nos finais dos pontos de táxi e na Estação Rodoviária”, acrescentou. Em Porto Alegre, segundo a EPTC, mais de 10 mil profissionais conduzem os 3.920 táxis.

O uso de bermudas para os condutores foi liberado, porém as mulheres taxistas estão proibidas de trabalhar usando saia. Os taxistas devem utilizar uniforme composto por camisa social (manga curta ou longa) ou camisa polo na cor azul e calça social, jeans ou bermuda em cor escura. As peças devem ser lisas, sem estampas, manchas ou descolorações. Também não é permitido o uso de chapéus ou bonés. O taxista pode optar ainda entre calçados fechados e sandálias.

Bookmark and Share

Fonte: Cláudio Isaías / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.