Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 31/05/2014
  • 09:48
  • Atualização: 09:54

Presos cinco suspeitos de estupro e morte de duas meninas na Índia

Primas de 12 e 14 anos foram encontradas enforcadas em uma árvore

Primas de 12 e 14 ano  foram encontradas enforcadas em uma árvore | Foto: Chandan Khanna / AFP / CP

Primas de 12 e 14 ano foram encontradas enforcadas em uma árvore | Foto: Chandan Khanna / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A polícia indiana prendeu cinco homens pelo estupro e assassinato de duas meninas, encontradas enforcadas em uma árvore em uma vila no norte da Índia, informou a polícia neste sábado. A descoberta na quarta-feira dos corpos das duas primas, de 14 e 12 anos, no distrito de Budaun, no estado de Uttar Pradesh, é o mais recente caso de agressão sexual no país que causou uma onda de indignação.

"O estupro das duas meninas foi confirmado. Elas morreram por asfixia", declarou o superintendente da polícia de Budaun, Atul Saxena, que anunciou a prisão de cinco homens. Três são acusados de estupro, enquanto dois policiais são acusados de conivência com os criminosos e negligenciar seus deveres.

Parentes das vítimas informaram os nomes de dois outros homens, mas a polícia desconhece os paradeiros segundo Saxena. Os familiares das duas primas, da casta dos intocáveis ou dalits, disseram que a polícia poderia ter salvo as adolescentes, mas recusou-se a fazê-lo porque as meninas eram de uma casta inferior.

Os supostos agressores também eram de uma casta superior. Os exames médicos mostraram que as vítimas foram sexualmente agredidas repetidamente antes de serem assassinadas.

O caso coloca mais uma vez em evidência a dificuldade de prevenir a violência sexual na Índia, apesar do endurecimento das leis e dos esforços para tentar mudar este comportamento após o estupro coletivo e morte de uma estudante em Nova Deli em 2012.

Bookmark and Share