Porto Alegre, sexta-feira, 19 de Dezembro de 2014

  • 05/06/2014
  • 18:26
  • Atualização: 18:27

Justiça acolhe pedido de internação de adolescentes que teria matado taxista em Alvorada

Polícia apontou jovem de 17 e menina de 15 anos como autores do crime

  • Comentários
  • Lucas Rivas / Rádio Guaíba

Os dois jovens suspeitos de envolvimento no assassinato do taxista Luis Antônio Oliver, de 40 anos, em Alvorada, na Região Metropolitana, no último domingo tiveram mandados de internação decretados pela Justiça. O adolescente de 17 anos e a menina de 15, porém, permanecem soltos. A Justiça do município aceitou pedido da Polícia Civil na noite desta quarta-feira.

De acordo com investigações da polícia, Luis Antônio Oliverfoi teria sido assassinado pelo jovem de 17, nesse domingo. As câmeras de segurança flagraram o momento em que a menina ingressou no táxi antes do crime. Por meio de testemunhas, a investigação chegou até a dupla.

Na casa do jovem, a Polícia Civil encontrou uma calça suja de sangue, possivelmente utilizada no dia do crime. Além disso, a faca foi a única não encontrada no faqueiro. O delegado trata o crime como latrocínio, pois uma quantia em dinheiro foi levada do taxista.

Conforme a investigação, a jovem ingressou no táxi por volta de 5h30min e levou o taxista até uma rua no bairro Piratini. Em seguida, o adolescente de 17 ingressou no carro e cometeu o crime. A Polícia Civil não soube informar se ele anunciou o assalto ou atacou a vítima diretamente. Caso seja apreendido, o casal deve ficar cerca de três anos internado. Luis Antônio Oliver foi atingido por cerca de 20 facadas.

Bookmark and Share


TAGS » Alvorada, Polícia