Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 06/06/2014
  • 09:50
  • Atualização: 09:59

Grevistas seguem acampados em estação do DMLU

Coleta de lixo em Porto Alegre pode ser 100% interrompida

Caso a manifestação permaneça nesta sexta, coleta de lixo será interrompida 100% | Foto: Mauro Schaefer

Caso a manifestação permaneça nesta sexta, coleta de lixo será interrompida 100% | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Os funcionários do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) continuam acampados em frente à estação de transbordo do DMLU na manhã desta quinta-feira, na Lomba do Pinheiro, zona Leste de Porto Alegre. De acordo com o diretor do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), Raul Jacobone, a unidade não está bloqueada. “Desde segunda nenhum caminhão tentou acessar o local”, afirma.

O diretor do sindicato explica que a manifestação é importante porque evidencia as “mazelas que têm na Prefeitura, principalmente no DMLU”. Além disso, Jacobone denuncia a desqualificação da terceirização da coleta de lixo e a precariedade que os servidores do setor são submetidos. “Servidores passam a maior parte do dia em condições insalubres de trabalho”, justificou Jacobone.

Um oficial de Justiça chegou a se deslocar até a estação do DMLU nessa quinta para entregar a liminar da Justiça que determina a desobstrução da estação de transbordo, mas não entregou a intimação porque nenhum diretor do Simpa foi encontrado. Diante da situação, foi protocolado no Comando de Policiamento da Capital (CPC) o pedido de requisição de força policial para o cumprimento do mandado judicial. Na manhã desta sexta-feira apenas a Guarda Municipal estava desde cedo em frente ao transbordo e uma viatura do 19º Batalhão de Polícia militar teria entrado no local e saído 30 segundos depois, comprovando que não há um bloqueio na entrada. Caso a manifestação permaneça nesta sexta, a coleta de lixo será interrompida 100%.

Bookmark and Share