Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 06/06/2014
  • 20:34
  • Atualização: 20:52

Polícia de Três Passos indicia quarto suspeito por morte do menino Bernardo

Inquérito pede prisão preventiva de Evandro Wieganovics por homicídio simples e ocultação de cadáver

  • Comentários
  • Correio do Povo

O quarto suspeito de participar da morte do menino Bernardo Boldrini, Evandro Wieganovicz, foi indiciado na tarde desta sexta-feira por homicídio simples e ocultação de cadáver. A Polícia Civil de Três Passos entregou o inquérito à Justiça, acompanhado de pedido de conversão da prisão temporária em preventiva. Evandro está preso desde o dia 10 de maio.

• Leia mais sobre o caso Bernardo


Segundo a delegada que investigou o caso, Caroline Bamberg, Evandro só não foi indiciado por homicídio qualificado, como os outros três participantes (Leandro Boldrini, Graciele Uguline e Edelvânia Wirganovicz) porque a polícia não conseguiu provar que ele estava ciente das circunstâncias do crime. "Ele participou de homicídio cavando o buraco na quarta-feira, 3 de abril, sabendo que era para colocar um corpo ali", afirmou Caroline. Bernardo foi morto dois dias depois, na sexta-feira, 5 de abril.

O inquérito segue agora para a promotoria de Três Passos. Sílvia Jappe, a promotora que assumiu o posto de Dinamárcia Maciel na comarca, decidirá se Evandro também será denunciado pelo assassinato. No dia 15 de maio, o Ministério Público já o havia denunciado por ocultação de cadáver. Evandro permanecerá detido no Presídio Estadual de Três Passos.


Bookmark and Share