Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 08/06/2014
  • 18:18
  • Atualização: 18:21

Municipários da Capital manterão piquetes na segunda semana de greve

Prefeitura garantiu na Justiça o acesso de funcionários e a proibição de qualquer ato que impeça a entrada e saída

  • Comentários
  • Voltaire Porto / Rádio Guaíba

A diretora de comunicação do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (Simpa), Carmem Padilha, disse neste domingo que as determinações da Justiça, que serão cumpridas pelos grevistas, envolvem a manutenção de 30% do efetivo em atividade. De acordo com a sindicalista, a tática de piquetes vai ser mantida sem a intenção de barrar a entrada e saída de funcionários. “Os piquetes estão instalados não para proibir a entrada de servidores, mas sim para divulgar a greve. Ao invés de estabelecer o debate sobre o que é proibido ou não, se deveria avançar nas negociações”, ressaltou.

A prefeitura, através de um pedido do Dmae, garantiu na Justiça o acesso de funcionários e a proibição de qualquer ato que impeça a entrada e saída de veículos. A multa diária, em caso de descumprimento, é de R$ 10 mil.

Os grevistas reconhecem que a greve pode continuar durante a realização da Copa do Mundo. “O risco existe já que a prefeitura não retoma as negociações e qualquer greve traz prejuízos. Nossa intenção não é prejudicar o evento, mas é possível que a paralisação continue até lá”, adiantou Carmen.

Bookmark and Share