Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
13ºC
Amanhã
16º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

08/06/2014 21:46 - Atualizado em 09/06/2014 07:36

Paraná registra ao menos nove mortes após estragos das chuvas

Governo estuda liberação emergencial de verba para auxílio às vítimas em 71 municípios

Alagamentos causam interdições de tráfego e danos a moradias<br /><b>Crédito: </b> Governo do Paraná / Divulgação /CP
Alagamentos causam interdições de tráfego e danos a moradias
Crédito: Governo do Paraná / Divulgação /CP
Alagamentos causam interdições de tráfego e danos a moradias
Crédito: Governo do Paraná / Divulgação /CP

Subiu para 71 o número de municípios no Paraná afetados pelas fortes chuvas que iniciaram na madrugada de sábado. Até o início da noite de domingo foram registradas nove mortes e uma criança está desaparecida na região dos Campos Gerais.

No total, 48.208 pessoas foram atingidas. O maior número se concentra na capital com 15.522 pessoas e 3.516 casas atingidas, segundo o relatório da Defesa Civil divulgado às 18h. O município de Rosário do Ivaí, com 3 mil pessoas afetadas, decretou estado de emergência, enquanto Curitiba decretou um estado de alerta.

No início da noite, o governador Beto Richa se reuniu com a coordenação da Defesa Civil e ainda podem ser anunciada uma liberação emergencial de R$ 840 mil por parte do governo federal para auxiliar as vítimas e também as operações de resgate. As tragédias aconteceram em diferentes pontos, sendo que três pessoas morreram em Guarapuava, uma mulher e o filho de nove meses em Medianeira, uma em Sulina, uma em Laranjeiras do Sul, uma em Campina do Simão e outra em Curitiba,ainda no sábado, quando sua casa foi invadida pelas águas e o idoso, não identificado, não conseguiu sair a tempo.

Entre as emergências, a Defesa Civil está coordenando três operações com aeronaves no Distrito de São Roque, em Marechal Cândido Rondon, onde 12 famílias estão ilhadas e não podem cruzar a área alagada, pois a água subia de forma rápida, além delas, outras pessoas estavam ilhadas em Cruz Machado e em São João do Triunfo.

Na Capital os bairros mais atingidos foram o Uberaba, Cajuru, Boqueirão, Tatuquara, Santa Felicidade e dez vilas da Cidade Industrial de Curitiba.  Os municípios de Campo Largo, Cascavel, Cruz Machado, Mallet, Nova Laranjeiras, Pinhão, Reserva do Iguaçu e São Matheus do Sul que estavam sendo poupados pelas chuvas passaram a integrar a lista de cidades afetadas fortemente.


Bookmark and Share


Fonte: AJE





» Tags:Chuva Geral Paraná

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.