Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 09/06/2014
  • 18:01
  • Atualização: 18:33

Advogado do pai de Bernardo chama promotora como testemunha

Jader Marques disse que a denúncia do Ministério Público é confusa e contraditória

Jader Marques, advogado de defesa de Leandro Boldrini | Foto: Fernanda Pugliero / Especial / CP

Jader Marques, advogado de defesa de Leandro Boldrini | Foto: Fernanda Pugliero / Especial / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o advogado Jader Marques, que defende Leandro Boldrini, acusado de planejar a morte do filho Bernardo, encontrado morto em 14 de abril deste ano em um matagal em Frederico Westphalen, entregou nesta segunda-feira o nome das 24 testemunhas de defesa. A surpresa ficou por conta do nome da promotora Dinamárcia Maciel, que foi quem ofereceu a denúncia contra Leandro, Graciele, madrasta do menino e da assistente social, Edelvânia, amiga do casal. Os policiais que efetuaram a prisão de Leandro também serão chamados como testemunhas de defesa, além de parentes e amigos.

Leia mais sobre o caso Bernardo

O advogado apresentou ainda escutas telefônicas interceptadas com garantia da Justiça onde afirma que fica claro que não houve conchavo entre os demais acusados para tirar Leandro da cadeia. Jader afirmou ainda que a denúncia do Ministéro Público é contraditória e confusa em vários aspectos. O profissional arrolou 12 itens que serão contestados.

Bookmark and Share