Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 10/06/2014
  • 00:25
  • Atualização: 00:54

RS pode ter oitavo dia de mínimas negativas nesta terça-feira

Predomínio de sol garante tarde agradável na maioria das regiões

  • Comentários
  • Metsul

O Rio Grande do Sul teve nesta segunda-feira o sétimo dia de 2014 com registro de mínimas abaixo de zero. Para esta terça-feira também não são descartadas marcas negativas no Estado, sobretudo em baixadas da Serra e dos Aparados. O amanhecer será novamente frio com chance de formação de geada em algumas regiões.

Mais uma vez, muitos pontos podem ter nevoeiro em horas da madrugada e da manhã, inclusive na região da Capital. O ar seco que cobre o Rio Grande do Sul proporciona outra jornada de tempo ensolarado. À medida que ingressa ar mais quente, a tarde será agradável nesta terça.

As mínimas rondam o 0°C ou abaixo em São José dos Ausentes e 1°C em Santana do Livramento. As máximas, por sua vez, podem alcançar 24°C em Santa Rosa. Em Porto Alegre, os termômetros variam entre 6°C e 21°C.

Cataratas do Iguaçu

A Garganta do Diabo rugiu. Cartão postal do Brasil e uma das maravilhas do mundo, as Cataratas do Iguaçu tiveram um dia histórico nesta segunda-feira. A vazão às 8h era de 46,3 milhões de litros por segundo, quando o normal é 1,5 milhão. Foi batido o recorde anterior de 35,6 milhões de julho de 1983, ano de Super El Niño e de enormes enchentes no Sul do Brasil.

Como o sistema eletrônico da Copel deixou de informar a vazão depois das 9h da manhã, mas a régua seguia indicando aumento do nível, é provável que tenha sido ainda maior, não se descartando aproximação dos 60 milhões de litros por segundo. O recorde é resultado da chuva extrema, acima de 400 mm, de sexta e no fim de semana no Paraná. Tamanha quantidade de água vai parar no Rio Paraná que poderá ter uma cheia histórica no Paraguai e no Nordeste da Argentina.


Bookmark and Share