Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 10/06/2014
  • 08:21
  • Atualização: 08:43

Cataratas do Iguaçu registram vazão recorde

Volume de água chegou a 46,3 milhões de litros por segundo

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Parque Nacional do Iguaçu registrou nessa segunda-feira a maior vazão d'água das Cataratas do Iguaçu já vista pelo homem. O volume chegou a 46,3 milhões de litros por segundo, conforme a Companhia Paranaense de Energia (Copel). A marca superou o registrado em 1983, quando atingiu 35 milhões de litros. A vazão normal é de 1,5 milhão de litros. Por questões de segurança, os passeios de barco e as visitas pelas passarelas foram suspensos. O restaurante localizado próximo ao rio também fechou por causa da subida no nível das águas.

Durante a tarde, a Defesa Civil do Paraná informou que 79 municípios tiveram decretado estado de emergência - 77 por decreto do governo estadual e dois por decretos municipais (São Miguel do Iguaçu e Ortigueira). Ao todo, 124 cidades foram prejudicadas pela chuva, que afetou 106,389 mil moradores.

Subiu para seis o número de pessoas desaparecidas por causa das chuvas. Segundo a Defesa Civil do Paraná, quatro delas na região de Guarapuava, uma das cidades mais atingidas pelas chuvas, outra em Altamira do Paraná e outra em Rebouças. Outras nove pessoas morreram no Estado.

Nas estradas que cortam o estado, até o início da tarde existiam 51 pontos de interdição, segundo a Polícia Rodoviária Federal. A área mais atingida era a da BR 277, que liga o Porto de Paranaguá a Foz do Iguaçu, com dez pontos de interdição.

Na cidade de São João do Triunfo, na região dos Campos Gerais, as duas pontes existentes foram levadas pela cheia do Rio da Vargem. Os moradores precisaram improvisar uma escada de madeira para ligar uma dessas pontes. A prefeitura solicitou que o Exército instale no local uma estrutura móvel.

Dois helicópteros do Exército e aeronaves do governo estadual foram mobilizados para auxiliar na remoção de famílias que ficaram isoladas por causa de deslizamentos e transferências. O governador Beto Richa anunciou que assinará decreto para agilizar apoio aos municípios atingidos. Cerca de R$ 6 milhões serão liberados para a compra de vacinas. Curitiba receberá R$ 840 mil.

Bookmark and Share